6-Geografia e hidrografia

Geografia

download (1)Coordenadas geográficas Campo Magro : Latitude: -25.3695, Longitude: -49.4512
25° 22′ 10″ Sul, 49° 27′ 4″ Oeste

Superfície Campo Magro27.547 hectares ou 275,47 km
Altitude Campo Magro = 939 m
Clima Campo MagroClima subtropical úmido (Classificação climática de Köppen-Geiger: Cfa)
A cidade está situada em cima do aquifero karst

A área aproximada do aqüífero é de 5.740 km2, abrangendo, total ou parcialmente, os municípios de Campo Magro, Campo Largo, Almirante Tamandaré, Itaperuçu, Rio Branco do Sul, Colombo, Bocaiúva do Sul, Cêrro Azul, Tunas do Paraná, Doutor Ulisses e Adrianópolis, ao norte da Região Metropolitana de Curitiba, além de Castro e Ponta Grossa.

O aqüífero tem um grande potencial de abastecimento para a Região Metropolitana de Curitiba, embora já apresente conflitos com o uso agrícola. O abastecimento urbano atinge 766 m3/hora em 37 poços perfurados em 7 municípios.

Do ponto de vista hidráulico, pode apresentar caráter livre ou confinado, dependendo do posicionamento do aqüífero em relação às seqüências impermeáveis.

A litologia é o fator determinante para a diferenciação do comportamento hídrico destas formações, onde os pacotes carbonáticos permeáveis contrastam com as rochas impermeáveis do Embasamento Cristalino e diabásios que os envolvem e interceptam, respectivamente.

O armazenamento e fluxo da água do aqüífero do Karst é decorrente da dissolução da massa carbonática ao longo dos seus planos de fraturamento. Ao contrário dos demais aqüíferos, apresenta a característica peculiar de variação de volume de armazenamento, ao longo do tempo, através do consumo da massa carbonática pelos processos de dissolução.

Outro fator importante em termos da capacidade hídrica resulta dos fraturamentos das rochas carbonáticas, resultantes dos fenômenos tectônicos que provocaram os dobramentos e falhas da região. A exposição das formações carbonáticas, intensamente fraturadas, a um clima úmido estabelecido a partir do período Quaternário, com predomínio de superávit de água no balanço hídrico, facilitou e, freqüentemente orientou, significativos processos de dissolução nos metacalcários.

A área de ocorrência do Aqüífero Karst apresenta, naturalmente, restrições para assentamentos urbanos, em função dos referidos processos de dissolução das rochas carbonáticas.

Admite-se para a área total aproximada da ocorrência – 5.740 km2, um potencial hidrogeológico de 8,9 L/s/km2.

De acordo com o Banco de Dados Hidrogeológicos da SUDERHSA, existem cerca de 115 poços perfurados na área de ocorrência do aqüífero Karst, apresentando vazão média superior a 70 m3/hora e profundidade média de 55 m.

Apresenta água classificada como Bicarbonatada Calco-Magnesiana, com Sólidos Dissolvidos Totais entre 130 e 280 mg/L. O Bicarbonato é o ânion predominante, com valores entre 100 e 230 mg/L. Os valores de dureza correspondem a uma água medianamente dura. O conteúdo de Nitratos é relativamente baixo, com valores médios na ordem de 2,5 mg/L.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mozzilli sem Censura - Campo magro & Santa Felicidade