PREFEITO DE CAMPO MAGRO E NURCE PRENDEM JONAS LIMA POR EXTORSÃO.

O Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (NURCE) do Estado do Paraná, em conjunto coma Policia Civil de Curitiba, prendeu em flagrante na tarde dessa quinta-feira (31/08), Jonas Lima, um achacador que vinha tentando cobrar propina do prefeito municipal de Campo Magro.

O flagrante realizado pela equipe do NURCE surpreendeu o ex-candidato a vereador do PPS de Campo Magro, Jonas Lima e um comparsa, seu namorado, no estacionamento da panificadora Paniciello no bairro Santa Felicidade em Curitiba.

Jonas Lima é cidadão conhecido no município e vinha promovendo críticas contundentes contra a administração pública nas redes sociais, distorcendo informações sobre ações da administração a fim de manipular a opinião dos internautas.

Jonas Lima utilizava perfis Fakes no Faceboock, além de contar com apoio de outros indivíduos para impulsionar as falsas postagens. O que não era divulgado é que a cada postagem o indivíduo procurava secretários municipais e até mesmo o prefeito solicitando vantagens indevidas a fim de cessar as críticas.
Indignado com a situação o prefeito Claudio Casagrande buscou ajuda na promotoria pública que em conjunto com o NURCE e Policia Civil, atuaram a fim de restabelecer a ordem e prender o contraventor.

Argumenta uma eleitora de Campo Magro, ” Teríamos mais um péssimo vereador se ele tivesse sido eleito. Quem ganhou com a sua derrota eleitoral foi o nosso município”.

Texto da Secretaria de Segurança Pública do Parana :

“Jonas Lima, 26 anos, suspeito por um crime de extorsão, que teve como vítima o prefeito de Campo Magro, foi preso em flagrante na tarde de quinta-feira (31), no momento em que recebeu a quantia de R$3 mil de secretários municipais. O homem, que já foi duas vezes candidato a vereador no município de Campo Magro, foi flagrado em uma padaria, localizada no bairro Santa Felicidade. A ação foi realizada pelo Núcleo de Repressão aos Crimes Econômicos (Nurce).

Segundo informações policiais, a especializada tomou conhecimento do fato na terça-feira (29), quando secretários municipais registraram um Boletim de Ocorrência (B.O) contra o suspeito na delegacia. Conforme relato, o homem diariamente publicava críticas online contra a gestão do prefeito de Campo Magro, e fazia ameças aos seus funcionários dizendo que só pararia com os ataques se lhe fosse pago R$3 mensal ou se um cargo comissionado fosse dado a um amigo.

Diante do fato, a equipe do Nurce iniciou as diligências e recolheu diversas provas materiais contra o homem, como ligações e demais conversas via aplicativo de mensagens instantâneas, que deixava claro o crime de extorsão. “O suspeito marcou um encontro em uma padaria do bairro Santa Felicidade, para recolher a primeira parcela do ‘acordo’ que tinha feito com a vítima. No momento em que recebeu a quantia, fizemos a abordagem e o prendemos em flagrante”, conta o delegado-titular da especializada, Renato Bastos Figueiroa, completando que “o amigo do suspeito também foi autuado por extorsão e encaminhado à Justiça”.

Na delegacia, o homem se resguardou no direito de permanecer em silêncio. A dupla foi encaminhada para o Centro de Triagem da Polícia Civil, onde permanece à disposição da Justiça. Se condenada, poderá pegar até dez anos de prisão.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mozzilli sem Censura - Campo magro & Santa Felicidade